Pular para o conteúdo principal

Werdum esbanja alegria em coletiva: “Momento mais feliz da minha carreira”

Brasileiro derrotou Cain Velasquez com uma guilhotina e se tornou o único campeão peso-pesado do Ultimate


Com um largo sorriso no rosto, Fabrício Werdum parecia um menino na coletiva de imprensa após o UFC 188, onde finalizou Cain Velasquez no terceiro round e se tornou o único campeão peso-pesado do Ultimate. Em conversa com os jornalistas, o brasileiro relembrou outra grande vitória de sua carreira, sobre a lenda Fedor Emelianenko, e disse que a conquista do cinturão é o momento mais feliz de toda sua carreira como profissional de MMA.

- Werdum surpreende novamente e é o novo – e único – campeão dos pesos-pesados

“Quando eu enfrentei o Fedor em 2010 foi incrível, pois ninguém acreditava em mim e saí como vencedor. Todas as vezes que me colocam como azarão, eu me motivo ainda mais, e pude mostrar isso em diversas oportunidades. Preparei minha cabeça por cerca de dois anos, acreditei em mim, assim como minha equipe, e visualizei essa conquista diversas vezes. Esse momento, sem dúvidas, é o mais feliz da minha carreira, pois os melhores pesos-pesados estão aqui. Estou muito, mas muito feliz”.

- UFC 188: os melhores posts

O brasileiro, no entanto, mudou o tom ao falar de Luke Rockhold, companheiro de treinos de Velasquez na AKA (American Kickboxing Academy). O norte-americano, que já deixou claro não gostar de Werdum durante a série Embedded, chamando-o inclusive de “falso campeão”, não escapou das críticas do gaúcho após a vitória.

- Estrangulamentos em pé e equilíbrio marcam o card preliminar do UFC 188

“O Luke é um cara que eu acho muito “cheio de onda”. É um cara que não é campeão e tem uma prepotência, te olha por cima, sabe? E eu não gosto disso, acho que você não precisa ser humilde, mas também não precisa ser desse jeito. E ele falou muito antes, disse que eu era falso, duas caras e que esse cinturão não era o verdadeiro. Então hoje eu mostrei esse aqui para ele e perguntei: “Esse é o verdadeiro? ” E ele falou: “Muito bem, parabéns”, disse ao Combate.