Pular para o conteúdo principal

White detona Diaz e quer Weidman x Belfort: 'Depende da licença do Vitor'

Presidente do UFC participou de mais uma sessão Download exclusiva

Dana White mais uma vez falou abertamente sobre assuntos recentes do UFC no Download, sessão especial do UFC.com.

O presidente começou o papo retrucando Nate Diaz. O mais novo dos polêmicos irmãos provocou Donald ‘Cowboy’ Cerrone - enfrenta Jim Miller na luta principal do Fight Night de quarta-feira (16) – via twitter.

“Algumas pessoas vivem de lamber o s... dos outros, e uma delas usa chapéu de caubói”, postou o lutador, espetando o fato de Cerrone ser um dos ‘queridinhos’ de White e um dos lutadores mais ativos da organização neste ano.

"Nate pode falar o que quiser. Ele pode ficar sentado e não lutar mais. Quem se importa? Ele é um cara adulto. Faça isso pelo resto da carreira”, respondeu o chefão para Diaz, que não luta desde novembro de 2013.

“Mas tirar sarro de caras que gostam de lutar é ridículo. 'Cowboy' faz lutas incríveis e todos adoram vê-lo em ação. Nate tem de aprender de uma vez por todas que só se faz dinheiro nesse ramo de um jeito: lutando”, emendou.

Em alta

White encheu a bola do campeão dos médios Chris Weidman e reafirmou contra quem gostaria de vê-lo em breve.

“Ele liquidou Anderson Silva duas vezes e também dominou Lyoto Machida. Minha expectativa era saber realmente como ele (Weidman) se comportaria contra um cara tão elusivo quanto Machida. Mas ele o caçou desde o primeiro assalto. Weidman nunca tinha lutado cinco assaltos, e foi competente o suficiente para fazê-lo”, disse.

“Weidman derrotou dois caras duros e agora quer enfrentar Vitor Belfort. Essa é uma luta que tem de acontecer. O campeão quer, os fãs também. É apenas uma questão de Vitor conseguir a licença para lutar novamente”, endossou White.

Feminino

Com a recém-contratação da ex-campeã mundial de boxe Holly Holm e a possível chegada da ex-campeã do Strikeforce Gina Carano, White ressaltou que fará todo e qualquer esforço para que a campeã Ronda Rousey tenha adversárias à altura na divisão feminina dos galos.

“Ela (Ronda) adorou as novidades. Ela quer lutar com Gina, Holly e qualquer outra que configura ameaça real para seu posto  de melhor do mundo”, disse.

O mandatário também contestou o fato de Ronda estar ‘apenas’ na nona colocação do ranking peso por peso (melhores do UFC independente de categoria).

“Ela está invicta e tem dominado cada luta de forma absurda. Mas a mídia nunca a colocará em postos mais altos. São eles (mídia) quem decidem, e o fato dela (Ronda) ser mulher tem peso dobrado. É um mundo essencialmente masculino, e dificilmente darão a ela o crédito que realmente merece”, comentou.

Sobre o fato de o campeão de boxe Floyd Mayweather afirmar não saber quem é Ronda ao ser indagado em uma coletiva sobre um possível – e figurado – desafio 'boxe x MMA' entre ambos, White mandou.

“O que você acha que Floyd diria? É uma situação de perda-perda para ele. Reconhecer que uma mulher como Ronda poderia vencê-lo? Ele não diria nada diferente”, comentou.