Pular para o conteúdo principal

White: 'Jones quer enfrentar Cormier, não Gustafsson'

Campeão meio-pesado parece pouco propenso a aceitar revanche contra sueco

Supercampeão dos meio-pesados no UFC, Jon Jones ainda não aceitou a revanche contra o sueco Alexander Gustafsson. O tira-teima entre a dupla foi aventado durante o UFC 173 por Lorenzo Fertitta, um dos sócios majoritários do Ultimate. O combate seria esperado para agosto, e o lutador europeu já teria aceitado o desafio.

Em entrevista exclusiva para o UFC, o presidente Dana White tratou de revelar que o campeão parece menos propenso a encarar a empreitada e prefere outro desafiante no lugar.

"Apenas para deixar claro algumas coisas. As pessoas acham que estamos negociando com Jon Jones. Mas não estamos. Ele ainda tem cinco lutas pela nossa organização", disse o mandatário.

"O que eu e Lorenzo temos como missão por ora é tentar convencê-lo de todas as formas. Mas ele não quer enfrentar Gustafsson. Falamos com Jones na última quinta-feira e ele nos disse que prefere uma luta contra Daniel Cormier", emendou White.

O primeiro combate Jones x Gustafsson aconteceu na edição 165 e recbeu diversos prêmios de 'o melhor de 2013'. Com envergadura semelhante à do campeão e jogo calcado na movimentação, o sueco foi quem mais complicou a vida do campeão até agora no octógono. Tanto que a decisão por pontos favorável a Jones é até hoje contestada por muitos. 

Wrestler altamente condecorado e ex-campeão do Strikeforce, Daniel Cormier desceu recentemente de pesado para meio-pesado. Ele vem de vitória dominante sobre o veterano Dan Henderson, no UFC 173. Cormier revelou que aceitaria o combate contra Gustafsson caso Jones não quiser encarar a revanche. Será?