Mackenzie Dern estreia no Invicta FC em dezembro

Estrela do jiu-jítsu tem quatro vitórias e nenhuma derrota no MMA

Como uma das melhores atletas de jiu-jítsu no planeta e filha de uma lenda do BJJ, Mackenzie Dern está acostumada a estar sob os holofotes. No dia 8 de dezembro, as luzes sobre a promessa estarão ainda mais fortes, quando ela fará sua estreia no Invicta FC contra a ex-desafiante ao cinturão, Kaline Medeiros.

“Com a oponente que eles ofereceram, e para continuar crescendo como atleta e tentar ter uma base de fãs maior e maior, essa foi uma boa oportunidade”, disse Dern, que ampliou seu cartel para 4-0 após finalizar Mandy Polk em outubro, “Cada luta é um novo desafio. Minha oponente já lutou pelo título do Invicta, então, se eu vencer essa, vou provar que estou pronta para dar o próximo passo, e espero que seja o UFC”.

Filha do renomado mestre do jiu-jítsu Wellington “Megaton” Dias, Dern, de 24 anos, conquistou títulos no ADCC de 2015 e nos mundiais de jiu-jítsu de 2015 e 2016, se consolidando entre as melhores do mundo ainda nova. E ela não queria estar em nenhum outro caminho além do que está trilhando.

“Nunca fui uma pessoa que gostava muito de estudar, então nunca me vi tendo outro trabalho”, diz ela, rindo, “Quando saí da escola, pensei que talvez pudesse estudar nutrição na faculdade, mas nunca senti que quisesse fazer outra coisa além de estudar. Esse é o meu estilo de vida e está no meu sangue. Meu pai é lutador, minha madrasta (Luciana Tavares) é lutadora, e tudo o que eu faço gira em torno de lutar. Então nunca pensei que minha vida seria em algo diferente. Não pensei que eu fosse fazer MMA, mas nunca pensei que faria algo diferente de lutar jiu-jítsu”.

Em 2016, no entanto, Dern fez sua estreia no MMA, vencendo Kenia Rosas por decisão unânime após três rounds. Sob todos os olhares, a lutadora de 24 anos seguiu somando vitórias e a cada luta se aproximando de onde ela quer estar, e agora sente que está no alvo para seu compromisso do dia 8 de dezembro em Kansas City.

“Estou empolgada”, disse Dern sobre sua luta com Medeiros, que vem de cinco vitórias nas últimas seis lutas, tendo sido derrotada nesta sequência apenas pela atual atleta do UFC Angela Hill, “Na minha primeira luta, não consegui finalizar a garota, ela era tão flexível, então fiz os três rounds. Me senti como em uma luta de jiu-jítsu, indo de finalização para finalização, mas não consegui finalizá-la, mas foi bom sentir isso. Depois consegui uma finalização, e na luta seguinte teve muita trocação, então cada luta é um desafio diferente”.

Se ela passar por este desafio, o parâmetro vai subir novamente, e pode ser que Dern pise no octógono pela primeira vez. Ela sabe que a hora está chegando.

“As pessoas me perguntam isso desde a primeira luta, e estou indo para minha quinta agora”, ela ri, “A grande diferença entre antes e agora é que eu não fiz carreira como amadora, e provavelmente senti mais pressão na minha primeira luta. Eu tinha apenas uma luta e todos me perguntavam sobre o UFC. Agora é um pouco melhor. As pessoas estão tentando crescer comigo”.

A recém-instituída divisão peso-mosca do UFC já está ganhando muitas manchetes graças a atual temporada do The Ultimate Fighter, e apesar de Dern ter a liberdade de lutar como peso-mosca ou peso-palha dependendo de onde estiverem as melhores oportunidades, ela admite que está assistindo o TUF 26.

“Assisti um pouco porque conheço algumas garotas que estão lá, como a Lauren Murphy, que treina comigo”, disse, “Conheço a Sijara Eubanks porque lutei com ela no jiu-jítsu muitas vezes, e lutei com Montana Stewart. Então estava vendo para ver como elas se sairiam, e foi muito legal ver porque sei que todos querem que eu lute no peso-mosca e foi muito bom para mim lutar no peso-mosca minha última luta. Mas as garotas são muito maiores em altura e envergadura, e estou tentando deixar as portas abertas”.

Onde quer que Dern vá, espere que a empolgação a siga. E para os fãs que a verão pela primeira vez no mês que vem, ela espera dar um show.

“Cada vez estou tentando evoluir o máximo possível e espero que esta seja uma das minhas melhores lutas”, disse, “Todo o camp tem sido exclusivamente MMA e os fãs podem esperar a melhor versão de mim. Ela (Medeiros) é uma lutadora muito boa, então esse é meu maior desafio e quero estar o melhor preparada possível. Espero que os fãs vejam uma Mackenzie que pareça preparada para o UFC”.

Fotos por Rich Burmaster/ LFA

Midia

Recente
Relembre vitória de Michael Bisping sobre Cung Le no UFC Macau, na China, em 2014. O ex-campeão dos médios encara Kelvin Gastelum na luta principal do UFC Xangai, nesse sábado (25).
19/11/2017
Menos de três semanas após perder o cinturão dos médios, Michael Bisping ganhou uma nova chance de subir ao octógono frente a Kelvin Gastelum na luta principal do UFC Xangai. Confira o que o inglês pensa sobre o duelo.
22/11/2017
A partir das 9h, assista Ao Vivo à pesagem de todos os lutadores do UFC Xangai. Evento acontece nesse sábado (25), com transmissão exclusiva do Canal Combate.
24/11/2017
Confira o que Kelvin Gastelum pensar sobre Michael Bisping e os seus planos para a luta principal do UFC Xangai, que acontece nesse sábado (25), na China.
22/11/2017