Pular para o conteúdo principal

Em números, os dez retornos mais aguardados ao octógono

Dominick Cruz, Nurmagomedov, Reza Madadi e muitos outros estão de volta


Nos próximos dias, e até em 2016, vários lutadores estarão voltando ao octógono depois de lesões, dramas pessoais e até problemas com a polícia. Confira uma lista com alguns desses rostos conhecidos que costumam dar show em suas lutas.
Pesagem tensa para o UFC Dublin | Assine o Canal Combate

Reza Madadi (foto) - UFC Fight Night Dublin
Bem-vindo de volta, “Mad Dog”. O lutador iraniano-sueco conhecido por dar a volta por cima em lutas vencendo por finalizações retorna ao octógono depois de dois anos e meio, neste sábado. Reza Madadi foi visto pela última vez com uma Finalização da Noite em Michael Johnson em abril de 2013 na Suécia, que levou seu cartel a 13-3. Não foi uma lesão, mas um sentença de prisão de 14 meses que manteve Madadi longe. Agora, de volta e pronto retomar sua carreira, “Mad Dog” tem uma prova dura contra o vencedor do TUF Smashes, Norman Parke em Dublin.

Erik Perez - UFC Fight Night: Brown vs. Gastelum
Não há nenhum lugar como a própria casa para fazer um retorno ao octógono. Durante um ano e meio, o peso-galo favorito do México Erik “Goyito” Perez tem batalhado contra lesões – e não contra adversários. Poucos dias antes de seu aniversário de 26 anos, o nativo de Monterrey vai atrás de mais um vitória para seu cartel de 4-2 no UFC no dia 21 de novembro. Antes das lesões, Perez conseguiu três vitórias consecutivas no primeiro round antes de alternar derrotas e uma vitória em suas próximas três lutas no UFC. Com a categoria até 61 kg com muito fluxo, Goyito pode voltar aos top 15 com algumas vitórias-chave.

Diego Sanchez - UFC Fight Night: Brown vs. Gastelum
Entrando em sua vigésima segunda luta no UFC, o vencedor do TUF 1, Diego Sanchez está retornando ao octógono pela primeira vez em 16 meses e estreando em uma nova categoria. No UFC Fight Night: Henderson vs. Khabilov, “The Dream” levou uma vitória controversa por decisão dividida sobre o também campeão do TUF, Ross Pearson. Desde então, o incansável lutador que possui um cartel de 25-7 tem lidado com uma série de lesões incluindo uma clavícula que precisou de cirurgia e manteve Sanchez fora durante todo este ano. Agora, ele desce para os pesos-pena pela primeira vez em sua carreira profissional e está marcado para lutar com o ex-desafiante ao título da categoria, Ricardo Lamas. Com sete bônus de Luta da Noite já vencidos, pode-se esperar que Sanchez vs. Lamas não fique fora da lista para o bônus.

Yoshihiro Akiyama - UFC Fight Night: Henderson vs. Alves
O UFC e a Coréia do Sul estão trazendo o “sexy” de volta. “Sexyama” na verdade! Sim, o renomado judoca com um conhecido sorriso e bronzeado volta com sua presença impecável ao octógono pela primeira vez desde sua vitória por decisão unânime sobre o vencedor do TUF 7, Amir Sadollah em setembro de 2014. A vitória no Japão sobre Sadollah encerrou uma sequência de quatro derrotas para “Sexyama” no octógono. O astro coreano-japonês irá competir pela primeira vez em oito anos em Seul e enfrenta o brasileiro invicto Alberto Mina. Também retornando ao octógono após um ano fora, “Soldier of God” possui 11 vitórias por definição, incluindo sua estreia no UFC com nocaute técnico sobre Shinsho Anzai em agosto de 2014.

Mike Pierce - Final The Ultimate Fighter 22
É ótimo ver Mike Pierce retornar. Os negócios de luta podem ser tenebrosos quando as pessoas não seguem as regras, e Pierce estava no lado lamentável da equação. Em outubro de 2013, o ex-wrestler da Portland State University estava em uma sequência de quatro vitórias no UFC incluindo dois nocautes. No UFC Fight Night: Maia vs. Shields, Pierce enfrentou o infame Rousimar Palhares, e “Toquinho” conseguiu de novo o que ele é conhecido por fazer, que é segurar uma finalização mesmo após seu adversário bater. Pierce sofreu uma distensão do ligamento colateral medial e ruptura do ligamento do tornozelo, que o manteve longe por mais de um ano e mais tarde ainda sofreu uma fratura da mão no treino. Com um cartel de 7-3 no UFC, Pierce irá fazer seu retorno ao octógono contra Ryan LaFlare, que possui um cartel de 11-1.

Khabib Nurmagomedov - Final The Ultimate Fighter 22
“The Eagle” chegou novamente. Com um cartel invicto de 22 vitórias profissionais, incluindo seis no UFC, Khabib Nurmagomedov está ressurgindo após uma terrível lesão no joelho. O terror de quedas do Daguestão entrou com tudo na divisão dos leves do UFC e havia uma luta marcada contra Donald Cerrone no UFC 178 em setembro de 2014 que iria determinar o próximo desafiante da categoria. Mas a lesão parou “The Eagle” por mais de um ano para reabilitação. Muito mudou na categoria durante seu tempo parado, principalmente que sua última vitória foi sobre o agora campeão peso-leve do UFC Rafael dos Anjos, que está marcado para defender seu cinturão contra Cerrone em dezembro. Para Nurmagomedov, ele encara o vencedor do TUF 13, Tony Ferguson, que também está em uma sequência de seis vitórias consecutivas.

Court McGee - UFC 194
Dois dias antes de marcar dois anos longe, o vencedor do TUF 11 está de volta ao octógono para encarar o participante do TUF Brasil 3, Marcio Alexandre Jr. Um favorito entre os fãs, McGee tirou um tempo fora do esporte após sua derrota por decisão para Ryan LaFlare em dezembro de 2013. “The Crusher” acumulou três vitórias e duas como peso-médio no octógono, e depois duas vitórias e uma derrota com peso-meio-médio. Além de sua história inspiradora de recuperação, os fãs adoram o estilo agressivo de McGee e sua resistência, e o fato de nunca ter sido finalizado em sua carreira. É sempre uma boa luta quando McGee está envolvido.

Nate Diaz - UFC on FOX: Dos Anjos vs. Cerrone
A data do evento marca um ano e seis dias desde que Nate Diaz entrou no octógono pela última vez, e agora ele procura uma vitória contra Michael Johnson no UFC on FOX: Dos Anjos vs. Cerrone. O favorito entre os fãs e vencedor do TUF 5 apresentou-se da pior forma possível em sua última luta, contra o agora campeão peso-leve Rafael dos Anjos. Desde não bater o peso a sua atuação na luta, foi tudo muito surpreendente, e, esperamos que tenha sido apenas uma anomalia de uma marcante carreira no UFC. O astro de Stockton volta em um encontro duro, encarando Johnson que estava em uma sequência de quatro vitórias consecutivas, antes de perder em uma decisão dividida para Beneil Dariush.

Tamdan McCrory - UFC on FOX: Dos Anjos vs. Cerrone
“The Barn Cat” soa como um leão em seu retorno ao MMA, e agora está de volta ao UFC. O finalizador de lutas alternou vitórias e derrotas no peso-meio-médio dentro do octógono, acumulando três vitórias e três derrotas, entre 2007 e 2009. Depois de sua derrota por decisão dividida para John Howard no UFC 101, McCrory anunciou sua aposentadoria com apenas 22 anos de idade e manteve-se longe do esporte durante cinco anos. Ele não só fez seu retorno, como passou por dois adversários somando menos de 90 segundos, desta vez no peso médio. Não é preciso dizer que McCrory está animado para seu retorno ao octógono, marcado para encarar Josh Samman, que tem três vitórias sem derrotas no UFC, em um encontro empolgante.

Dominick Cruz - UFC Fight Night: Dillashaw vs. Cruz
Finalmente. Por favor, mantenham este homem saudável até o dia 17 de janeiro. Facilmente, um dos retornos mais esperados é “The Dominator” Dominick Cruz, procurando reivindicar o que um dia foi seu, ao encarar o atual campeão peso-galo do UFC, TJ Dillashaw. O último campeão peso-galo do WEC e o primeiro campeão peso-galo do UFC, Cruz batalhou durante três anos com lesões, e retornou com nocaute sobre Takeya Mizugaki no UFC 178. Infelizmente, Cruz lesionou-se novamente e está fora desde então. Em alguns meses, com esperança, as estrelas estarão alinhadas e “The Dominator” terá sua oportunidade para continuar sua sequência invicta que dura quase oito anos, e retomar seu cinturão. É claro, se existe alguém apto a descarrilar Cruz, esse é o campeão Dillashaw, que tem sido absolutamente estelar desde destronar o ex-campeão Renan Barão.