Pular para o conteúdo principal
Notícias

Ngannou reflete sobre derrota para Miocic antes de revanche: “Faltava experiência”

Camaronês desafia norte-americano pelo título dos pesos-pesados pela segunda vez no UFC 260, dia 27 de março

Francis Ngannou terá sua segunda oportunidade de lutar pelo cinturão dos pesos-pesados do Ultimate no dia 27 de março, quando encara Stipe Miocic na luta principal do UFC 260.

Em entrevista ao podcast Joe Rogan Experience, o camaronês de 34 anos falou sobre o primeiro encontro entre os dois atletas, que aconteceu em janeiro de 2018 e teve vitória de Miocic por decisão unânime após cinco rounds.

“Obviamente fiquei muito chateado e desapontado por não ter vencido a luta”, disse, “(...) Mas aprendi muito naquela luta, porque por mais que estivesse no nível de lutar pelo título mundial, eu ainda tinha algumas partes faltando no meu jogo e na minha experiência”.

“Basicamente, eu estava indo para possivelmente cinco rounds e nunca tinha lutado três rounds”, continuou, “(...) Eu não tinha passado tempo suficiente no Octógono para ter essa experiência”.

Confira todos os próximos eventos anunciados pelo Ultimate

Francis Ngannou Works Out At The UFC Performance Institute on December 18, 2020.
Francis Ngannou Works Out At The UFC Performance Institute on December 18, 2020.

Na ocasião, Ngannou somava seis vitórias em seis lutas no Ultimate, todas por nocaute ou finalização, sendo quatro no 1º round e duas no 2º. Desde então, o “Predador” sofreu uma nova derrota, em duelo monótono contra Derrick Lewis, mas se credenciou para um novo title shot com uma sequência de quatro nocautes consecutivos no 1º round - sendo o mais demorado em 71 segundos.

Para ele, a experiência acumulada nos três anos desde o primeiro embate podem ajudá-lo a obter um melhor resultado na revanche.

“Algumas pessoas chegam lá tendo vivido como atletas por muito tempo. Talvez no wrestling, talvez fazendo outros esportes na escola, na faculdade, mas eu nunca tive essas coisas. Crescer para mim foi somente encontrar uma maneira de sobreviver e acabei me encontrando em um lugar em que nunca tinha estado, então a experiência foi uma loucura”.

Assine o CombateSiga o UFC Brasil no Youtube