Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Olho Neles! As promessas do UFC Estocolmo

Selecionamos três atletas que podem roubar a cena no evento deste domingo

Neste final de semana, o UFC retorna à Suécia com um card liderado por possíveis desafiantes ao cinturão dos meio-pesados, Glover Teixeira e Alexander Gustafsson, e que contará com a presença de uma série de talentos em ascensão, batalhando para consolidarem seus nomes em suas respectivas divisões.
Mais UFC Estocolmo: Qual foi a maior vitória de Glover? | Brasileiro relembra duelo inesquecível | Card completo
É o tipo de card que geralmente acaba com um ou dois prospectos dando um passo adiante, com performances que os destacam dos demais.
Aqui estão três atletas prontos para deslanchar em Estocolmo.
Olho Neles!

Volkan Oezdemir
Oezdemir foi chamado para sua estreia no UFC apenas 14 dias antes de pisar no octógono para enfrentar Ovince Saint Preux em fevereiro. Durante 15 minutos, o suíço de 27 anos mostrou não apenas que merecia um lugar no plantel, mas também que é um nome para ser observado na divisão dos meio-pesados, fazendo uma luta equilibrada contra OSP e vencendo por decisão dividida.
A vitória sobre Saint Preux em sua estreia catapultou Oezdemir para a parte de cima no ranking dos meio-pesados e, em sua segunda luta, ele terá a chance de se firmar como um dos novos talentos da divisão. Neste domingo, Oezdemir mede forças com outra estrela em ascensão, Misha Cirkunov, na penúltima luta da noite - um confronto de alto nível que colocará um dos meio-pesados mais próximo de uma disputa de cinturão.
Se Oezdemir foi capaz de encarar Saint Preux de última hora, será interessante ver como ele estará após um camp de treinos completo contra Cirkunov. O vencedor desta luta ficará próximo do Top 5 e pronto a enfrentar um dos nomes mais consolidados da categoria, quem sabe até o próprio vencedor da luta principal.

Abdul Razak Alhassan
Pergunta: Como é possível se destacar em uma divisão cheia de talentos quando você tem 31 anos e ainda é um principiante fazendo sua estreia no UFC?
Resposta: Conquiste sua vitória em 53 segundos e deixe todo mundo comentando, “Tudo bem, nós estamos vendo você”.
Foi isso que o judoca Abdul Razak Alhassan fez em novembro, quando foi à Irlanda do Norte e atropelou Charlie Ward em menos de um minuto, mostrando enorme habilidade atlética e muito potencial, mesmo sem passar muito tempo no octógono.
Foi o tipo de performance que nos deixou ansioso para vê-lo de volta no octógono, e essa oportunidade será no domingo, quando ele enfrentará o veterano Omari Akhmedov em uma luta que representa um grande passo na carreira de Alhassan e pode consolidá-lo na divisão dos meio-médios.
Novo no MMA, mas com uma longa carreira nas competições, Alhassan é um atleta de nível mundial que está começando a se desenvolver como artista marcial misto, o que faz dele alguém que você precisa assistir neste final de semana.

Darren Till
Independentemente do quão empolgantes tenham sido suas apresentações anteriores, passar 19 meses longe do octógono é uma maneira de colocar praticamente qualquer um nas sombras, e de fazer seu nome ser esquecido até pelos fãs mais assíduos.
É isso que Till está batalhando contra neste final de semana.
Em duas apresentações em 2015, o inglês que reside no Brasil impressionou ao vencer Wendell Oliveira no segundo round e ao empatar em uma “Luta da Noite” contra o veterano dinamarquês Nicolas Dalby. Com suas performances e sua personalidade, Till chamou a atenção na divisão dos meio-médios e então sumiu.
O invicto lutador de 24 anos retorna neste domingo para encarar Jessin Ayari. Com bom tamanho, uma forte base no muay thai e instinto para liquidar o adversário, Till ainda é um bom prospecto na categoria. Ele precisa voltar a se provar após o longo hiato por lesão, mas baseado no quão boas foram suas primeiras lutas, não fique surpreso se ele voltar a ser considerado um dos principais jovens talentos da divisão após este evento.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC