Pular para o conteúdo principal

Struve nocauteaia Stipe em Nottingham, Hardy não decepciona

Na tarde deste sábado no Brasil, o UFC: Struve vs. Miocic que aconteceu em Nottingham, Inglaterra brindou o público com um card repleto de ação: duas finalizações no primeiro round, e cinco nocautes (técnicos) em 11 lutas do evento.  

Na principal da programação, Stefan Struve não conseguiu usar bem sua enorme envergadura com efetividade no assalto inicial. Seu adversário, o croata-americano Stipe Miocic encurtava bem e usava os golpes na linha de cintura para sacudir o gigante de 2,11cm. A movimentação de Stipe era um problema para o holandês, que se viu em dificuldades de soltar seu jogo em pé diante do oponente.  O round 2 teve início com Miocic tentando encurtar, mas sofrendo um golpe abaixo da linha de cintura. Uma pausa de alguns segundos para se recuperar e ele voltou quase que de imediato. Struve sofreu o mesmo tipo de jogo imposto por seu adversário no round inicial, porém ele tinha respostas dessa vez. Alguns socos entraram em cheio no rosto de Stipe, que acusou e teve andar para trás, Struve o perseguiu e continou soltando suas mãos, até que um cambaleante Miocic foi salvo pelo árbitro Herb Dean aos 3m:50s.    A co-luta principal contou com o ídolo local Dan Hardy lutando pela primeira vez no UFC em sua terra natal (Nottingham). Do outro lado do Octógono, o vencedor do TUF 7 Amir Sadollah, que consegui fazer um primeiro round equilibrado e repleto de trocação. Porém, surpreendentemente, Hardy, conhecido como trocador nato, optou por levar a luta para baixo, e mesmo não sendo especialista teve êxito. No chão, Hardy puniu Sadollah com socos e cotovelas, abrindo cortes no rosto do The Ultimate Fighter. O round final teve ritmo parecido, com o Outlaw de Nottingham optando por usar seu wrestling e ground and Pound, garantindo a vitória por decisão unânime.     Brad Pickett mostrou para todos o motivo de seu apelido ser One Punch (Um Soco). Em luta pelos galos contra Yves Jabouin, a mão pesada do membro da American Top Team deixou sua marca 3:40 do round, quando um uppercut atingiu em cheio, mandando Jabouin para a lona.    Na luta entre o invicto finalizador Paul Sass e o sempre empolgante Matt Wiman no peso leve, melhor para Wiman, que surpreendeu mostrando um jogo afiado no solo e um armlock mortal, que colou o número um na coluna de derrotas do britânico Sass.     Na abertura do card principal - Che Mills se recuperou da derrota diante de Rory Mcdonald e bateu o especialista em muay thai, Duane Ludwig por TKO (contusão). Na sequencia, a batalha entre os lutadores ingleses John Hathaway e John Maguire foi para a decisão em favor de Hathaway, que teve maior domino nos 15 minutos.    Resultados completos:  Dan Hardy venceu Amir Sadollah por decisão unânime   Brad Pickett venceu Yves Jabouin por KO - R1   Matt Wiman venceu Paul Sass por finalização - R1   John Hathaway venceu John Maguire por decisão unânime   Che Mills venceu Duane Ludwig por TKO - R1     Card preliminar:   Jimi Manuwa venceu Kyle Kingsbury por TKO - R2  Akira Corassani venceu Andy Ogle por decisão dividida   Brad Tavares venceu Tom Watson por decisão dividida   Gunnar Nelson venceu DaMarques Johnson por finalização - R1  Robert Peralta venceu Jason Young por KO - R1