Pular para o conteúdo principal

UFC Barueri: brasileiros vencem cinco das seis lutas do card preliminar

 Apenas Marcio Lyoto não conseguiu superar seu adversário


O card preliminar do UFC Barueri começou bem para os brasileiros. Na primeira luta da noite, Vitor Miranda nocauteou Jake Collier faltando um segundo para terminar o primeiro round, para delírio da torcida presente no Ginásio José Corrêa. O norte-americano esteve melhor durante toda a luta, mas o brasileiro acertou um chute na cabeça do adversário, finalizando o combate com socos logo em seguida. Foi a primeira vitória de Vitor no UFC.

- Confira o perfil de Vitor Miranda

- Confira o perfil de Jake Collier
 
O bom momento brasileiro, no entanto, não continuou com Marcio Lyoto. O catarinense foi superado por Tim Means por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28) em um combate marcado pelo equilíbrio. Lyoto chegou a ter uma boa oportunidade de finalizar o combate no segundo round, quando aplicou um knockdown com um chute alto, mas não aproveitou a chance. É a segunda derrota do brasileiro no Ultimate.
 
- Confira o perfil de Marcio Lyoto
 
- Confira o perfil de Tim Means
 
Na terceira luta do card preliminar, Leandro Issa dominou o japonês Ulka Sasaki e conseguiu um belíssimo estrangulamento no segundo round. Mostrando todo o seu jiu-jitsu, o brasileiro dominou o japonês no chão, apesar de ter quase sido surpreendido com um triângulo de mão. Mesmo com dificuldades, ele escapou do golpe e foi com tudo para cima do adversário, conseguindo a finalização.
 
- Confira o perfil de Leandro Issa
 
- Confira o perfil de Ulka Sasaki 
 
Hacran Dias entrou no octógono sabendo que teria mais uma pedreira pela frente: e não decepcionou. O atleta da Nova União dominou o norte-americano Darren Elkins e saiu vitorioso por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27). Mostrando um excelente wrestling, o brasileiro não teve problemas em conseguir anular o oponente nos três rounds. Com a vitória, Hacran se recupera dos reveses sofridos para Nik Lentz e Ricardo Lamas.
 
- Confira o perfil de Hacran Dias
 
- Confira o perfil de Darren Elkins
 
Estreando no maior evento de MMA do mundo, Renato Moicano não tomou conhecimento de Tom Niinimaki e finalizou o adversário no segundo round. Tendo apenas 10 dias para se preparar para o combate, Moicano mostrou um excelente jogo de muay thai e um jiu-jitsu afiado, dominando o combate em todas as áreas. O brasileiro segue invicto em sua carreira, com nove vitórias e um no contest.
 
- Confira o perfil de Renato Moicano
 
- Confira o perfil de Tom Niinimaki
 
Finalizando o card principal, Marcos Pezão não deu chances para Igor Pokrajac e nocauteou o adversário no inicío do primeiro round. O brasileiro partiu para cima desde o primeiro momento da luta, colocando o oponente em um clinch contra a grade, mas os lutadores foram separados pelo árbitro Fernando Yamasaki. No retorno, os dois partiram para a trocação franca, mas Pezão acertou um cruzado de esquerda em cheio em Pokrajac, levando o adversário ao chão e finalizando com socos.
 
- Confira o perfil de Marcos Pezão
 
- Confira o perfil de Igor Pokrajac
 
Confira os resultados:
Marcos Pezão venceu Igor Pokrajac por nocaute técnico (socos) no primeiro round
Renato Moicano venceu Tom Niinimaki por finalização (mata-leão) no segundo round
Hacram Dias venceu Darren Elkins por decisão unânime (29-28, 29-28, 30-27)
Leandro Issa venceu Ulka Sasaki por finalização (mata-leão) no segundo round
Tim Means venceu Marcio Lyoto por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Vitor Miranda venceu Jake Collier por nocaute técnico (chute na cabeça e socos) no primeiro round