Pular para o conteúdo principal
/themes/custom/ufc/assets/img/default-hero.jpg

Pontos de discussão do UFC 209: Woodley, Teymur, Elkins e mais

Vamos falar sobre os vencedores e perdedores do evento do último sábado


Às vezes a luta não é bonita, mas o campeão meio-médio Tyron Woodley levou a vitória sobre Stephen Thompson em decisão majoritária no UFC 209.
Um adversário sempre complicado por seu estilo, Thompson manteve o geralmente agressivo Woodley em modo de segurança por 25 minutos durante a revanche no último sábado.
“Quando você luta com alguém pela segunda vez é sempre uma partida de xadrez, você não quer dar brechas”, disse Woodley, “Eu sabia que a estratégia dele seria manter a distância e não deixar eu me aproximar, porque é onde eu causo maiores danos - e ele fez um grande trabalho”.
Garanta já o seu ingresso para o UFC Fortaleza, em 11 de março
A ação foi lenta às vezes, já que os dois lutadores, conhecidos por seus contra-ataques, esperaram a iniciativa um do outro.
“Ele dificultou a aproximação”, disse Woodley, “Ele estava contra-atacando bem, ele é muito leve na movimentação - não foi a luta mais empolgante como vocês viram da última vez. Às vezes o xadrez é movimento a movimento”.
Um desapontado Thompson achou que venceu três rounds, mas aceitou o resultado porque não foi capaz de liquidar o combate.
“Trabalhei minha vida toda para chegar aqui”, disse Thompson, “Achei que venci a luta, mas você não pode deixar para os jurados. Então a culpa é minha”.
Mais UFC 209: Personalidades comentam Woodley x Thompson | Woodley admite luta burocrática | Bônus do evento
Estes são os pontos de discussão do UFC 209:

Reposição de última hora dá conta do recado
David Teymur x Lando Vannata ganhou o prêmio de “Luta da Noite” pela guerra de três rounds na luta co-principal como uma reposição de última hora ao duelo cancelado entre Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson.
Teymur trouxe seu cardio consigo para Las Vegas. O sueco conectou 95 de 197 golpes tentados.
Vannata conectou seus melhores golpes no primeiro round, incluindo um chute rodado que atordoou Teymur em um momento. Mas o ex-participante do TUF e seu ataque persistente tirou Vannata de seu jogo ao decorrer do combate.
Com sua terceira vitória seguida no UFC, Teymur aproveitou sua grande oportunidade no UFC 209.
“Não acho que muitas pessoas pensavam que eu venceria esta luta”, disse, “Quando eu subo no octógono, esta é minha casa. Eu não estou lá para fazer uma luta normal. Estou lá para dar o melhor show para todos os fãs ao redor do mundo”.

Darren Elkins consegue uma virada lendária
Mirsad Bektic castigou Elkins por mais de 12 minutos do que vinha sendo um monólogo no card preliminar.
Mas Elkins, um dos caras mais durões de todo o plantel, não se entregava. Mesmo com alguns buracos abertos no rosto pelos cotovelos de Bektic, Elkins estava determinado a resistir.
No terceiro round, quando parecia que toda esperança estava perdida, Elkins conectou um soco seguido de um chute que levou Bektic ao chão. Elkins conseguiu a virada e deu a Bektic sua primeira derrota.

“The Reem” ainda é diferenciado
Após ser atordoado no início por uma cotovelada, Alistair Overeem liquidou Mark Hunt de forma devastadora com um par de joelhadas na cabeça que fizeram o gigante samoano cair no octógono como uma árvore tombada.
A vitória é a quinta em seis lutas para Overeem, que ainda acredita estar próximo de mais uma disputa de cinturão. Após a luta, ele disse que ficará de olho no duelo entre Stipe Miocic e Junior dos Santos no UFC 211.
Se o title-shot não vier, Overeem disse que ficaria feliz em ser o primeiro teste dentro do Top 5 para as duas estrelas em ascensão nos pesados, Francis Ngannou ou Derrick Lewis.
Assine o Combate | Siga o canal do UFC no YouTube | Visite a UFC Store | Baixe o aplicativo do UFC