Pular para o conteúdo principal
Main Event for UFC 273 between Alexander Volkanovski and The Korean Zombie for the UFC featherweight championship on April 9, 2022
Resultados

Resultados | UFC 273: Volkanovski x Zumbi Coreano

Confira um resumo de todas as lutas do evento deste sábado (09) em Jacksonville, nos Estados Unidos

Duas disputas de cinturão marcaram o UFC 273, realizado nos Estados Unidos, neste sábado (09). No peso-pena, Alexander Volkanovski manteve o título da categoria, enquanto Aljamain Sterling unificou o cinturão dos galos. Confira abaixo todos os resultados do evento.

Alexander Volkanovski venceu Zumbi Coreano por nocaute técnico no 4º round

Confira o que o campeão peso-pena Alexander Volkanovski disse no Octógono após vencer a luta principal do UFC 273.

O campeão peso-pena Alexander Volkanovski deu uma verdadeira aula na luta principal do UFC 273, aumentando sua sequência de vitórias para 21 com um nocaute técnico em Chan Sung Jung, o Zumbi Coreano, no 4º round. Foi a 3º defesa de cinturão do australiano.

Nos primeiros cinco minutos, não tivemos dúvida alguma de que Volkanovski é o melhor peso-pena do mundo, já que ele fez o que quis com o sul-coreano. O Zumbi buscou ser mais agressivo no 2º round, mas Volkanovski castigava o desafiante a cada investida. No meio do round, Jung sentiu um forte golpe de direita e foi derrubado. O Zumbi voltou a ficar em pé, mas o campeão continuou dominando e acertando os melhores golpes. Faltando um minuto, Volkanovski cinseguiu outra queda para punir o rival.

O panorama se manteve o mesmo no 3º round, mas nos segundos finais o australiano conseguiu um knockdown com outro forte golpe de direita e foi para o ground and pound, quase vencendo se não fosse a buzina.

Jung voltou ao 4º round buscando algo, mas outra sequência de golpes de direita do campeão fez com que o árbitro Herb Dean interrompesse o duelo aos 45 segundos.

Volkanovski agora vai para 24-1 com a vitória, enquanto o Zumbi cai para 17-7.

Aljamain Sterling venceu Petr Yan por decisão dividida

Veja o que disse o campeão peso-galo Aljamain Sterling após sua primeira defesa de título na vitória sobre Petr Yan no UFC 273.

Aljamain Sterling não venceu o título peso-galo do UFC da maneira que ele queria da primeira vez, mas em sua revanche contra Petr Yan ele não deixou dúvidas sobre seu título ao bater o campeão interino por decisão dividida.

Dois juízes marcaram 48-47 para o norte-americano, que agora tem um cartel de 21-3, enquanto um juiz marcou 48-47 para o russo, que foi para 16-3.

Yan evitou a primeira tentativa de queda de Sterling, mas o norte-americano se manteve ativo e acertou bons golpes no corpo. Enquanto isso, Yan marchava para frente, errando boa parte dos golpes tentados até acertar uma boa esquerda.

No segundo minuto do 2º round, Sterling levou a luta para o chão e pegou as costas de Yan. Ele não conseguiu a finalização, mas dominou o rival do início ao fim.

O panorama se repetiu no 3º, com Yan novamente sendo derrubado e Sterling pegando as costas e controlando as ações.

Claramente atrás na pontuação, o russo foi mais agressivo no 4º round enquanto defendia as tentativas de queda de Sterling. O norte-americano buscou encaixar um triângulo, mas Yan escapou e ficou na guarda. Sterling tentou evitar problemas, mas o campeão interino manteve o duelo no chão e dominou as ações.

Yan defendeu as tentativas de queda de Sterling no 5º round e foi ainda mais ofensivo, se mostrando mais descansado. Ele acertou bons golpes e terminou o duelo em vantagem, mas saiu derrotado na opinião de dois juízes laterais.

Khamzat Chimaev vence Gilbert Durinho por decisão unânime

Confira como foi a entrevista de Octógono de Khamzat Chimaev e Gilbert Durinho após o duelo no card principal do UFC 273.

Se a estrela em ascensão Khamzat Chimaev queria uma guerra contra Gilbert Burns, ele teve uma. O sueco manteve seu cartel invicto e venceu por decisão unânime uma luta parelha contra o ex-desafiante ao cinturão.

Todos os juízes marcaram 29-28 para o 11ª colocado no ranking, que agora tem 11 vitórias. Durinho caiu para 20-5.

Bastaram apenas três golpes para Chimaev se aproximar para a queda e ele conseguiu colocar Durinho no solo com um minuto. O brasileiro cosneguiu se livrar e ambos ficaram em pé. Os dois lutadores trocaram golpes, com Durinho acertando e forma sólida. Com um minuto para o fim do round, um golpe de direita derrubou o brasileiro, que se recuperou rapidamente.

A  batalha em pé animou a torcida no 2º round, com cada um dos lutadores acertando bons golpes. Com dois minutos, Durinho conseguiu um knockdown e foi com tudo para cima, mas Chimaev se recuperou. O duelo então foi para o solo, com o brasileiro voltando a colocar a luta em pé. Enquanto ficavam frente a frente, Durinho sorria confiante para Chimaev, que foi para cima. O ex-desafiante ao cinturão conseguiu mais um knockdown antes do fim do round.

No segundo minuto do 3º round, o brasileiro mostrava cansado, mas conseguia evitar a blitz de Chimaev, que mantinha a pressão. Durinho então encarou o sueco como pode e ambos trocaram golpes novamente. No minuto final, a torcida vibrava com ambos e o brasileiro foi para cima, mas foi Chimaev quem saiu com a vitória.

Mackenzie Dern vence Tecia Torres por decisão dividida

Confira o que a brasileira disse no Octógono do UFC 273 após vencer Tecia Torres no card principal do evento.

Mackenzie Dern continuou a mostrar sua evolução no MMA ao vencer Tecia Torres por decisão dividida em um duelo parelho no peso-palha.

Dois juízes pontuaram 29-28 para Mackenzie, enquanto um pontuou 29-28 Torres. A brasileira vai para 12-2 em seu cartel, enquanto a rival cai para 13-6.

Em um primeiro round interessante e que se manteve em pé, Mackenzie tinha maior volume de golpes e Torres era mais precisa. A brasileira acertou uma forte direita que atordoou a rival, sendo o golpe mais interessante do período.

Mackenzie buscou a finalzação no começo do 2º round e, depois de laçar o braço de Torres, ela quase conseguiu. A norte-americana, porém, escapou daquilo que parecia ser a derrota certa. Ambas ficaram no chão e Mackenzie então buscou uma chave de joelho reta, mas a buzina não deixou que a finalização ocorresse.

Nos cinco minutos finais, Mackenzie conseguiu uma queda, mas Torres levantou. A norte-americana passou a ditar o ritmo, mas não levou grande perigo até o fim.

Mark O.Madsen vence Vinc Pichel por decisão unânime

Mark O.Madsen comemora sua vitória no UFC 273

Mark O.Madsen comemora sua vitória no UFC 273. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)


Na luta de abertura do card principal, o peso-leve Mark O. Madsen manteve sua invencibilidade após superar Vinc Pichel por decisão unânime.

Os juízes marcaram 30-27, 30-27 e 29-28 para Madsen, agora com 12 vitórias. Pichel foi para 14-3.

Madsen focou nas pernas de Pichel no começo, conseguindo uma boa queda e golpes perigosos na trocação, mostrando seu total domínio no 1º round.

Pichel aumentou o ritmo ofensivo no 2º, mas sofreu uma queda de Madsen no meio do round. Ele lutou e voltou a ficar em pé, surpreendendo a todos logo em seguida ao colocar o ex-atleta olímpico no chão no fim do período.

Pichel voltou ainda mais agressivo no 3º e de novo buscou levar a luta para o chão, mas sem sucesso. Madsen aproveitou e ficou por cima em um erro de Pichel, terminando o combate com um ground and pound e com mais agressividade.

Ian Garry vence Darian Weeks por decisão unânime

 Ian Garry of Ireland kicks Darian Weeks in their welterweight fight during the UFC 273 event at VyStar Veterans Memorial Arena on April 09, 2022 in Jacksonville, Florida. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC)

 Ian Garry of Ireland kicks Darian Weeks in their welterweight fight during the UFC 273 event at VyStar Veterans Memorial Arena on April 09, 2022 in Jacksonville, Florida. (Photo by Jeff Bottari/Zuffa LLC)


O meio-médio e prospecto irlandês Ian Garry conquistou sua segunda vitória no Octógono ao superar Darian Weeks por decisão unânime.

Os juízes marcaram 29-28, 30-27 e 30-27 para o lutador de Dublin, invicto com 9-0. Weeks foi para 5-2.

Depois de um começo estudado, Weeks travou Garry com dois minutos de luta e fez um trabalho sólido no clinch, até o irlandês se separar. Garry se mantinha ativo, mas sem acertar nada significante, fazendo com que o clinch de Weeks fosse a estratégia mais notável.

A guerra de nervos continuou no 2º round, com nenhum dos dois atletas conseguindo se destacar, mesmo com Weeks conseguindo uma queda. Garry, no entanto, impôs seu ritmo no 3ª round, acertando um lindo chute no rosto do rival - o seu melhor golpe até então. Logo em seguida, um outro chute que pegou na lateral da cabeça e atordoou Weeks, além de um golpe de direita em seguida que resultou em um knockdown. A forma com que Garry terminou a luta, sendo dominante, foi fundamental para sua vitória.

Anthony Hernandez vence Josh Fremd por decisão unânime

Anthony Hernandez acerta um chute alto em Josh Fremd no UFC 273

Anthony Hernandez acerta um chute alto em Josh Fremd no UFC 273. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)


Anthony Hernandez lutou em um ritmo insano durante três rounds contra o estreante Josh Fremd e conquistou uma vitória por decisão unânime no peso-médio.

Os juízes pontuaram 30-27, 30-27 e 29-28 para Hernandez, que agora tem 9-2, 1 NC em seu cartel. Fremd ficou com 9-3.

A pressão de Hernandez sobre Fremd foi implacável e, embora o novato tenha resistido no início, acabou sendo colocado no solo duas vezes pelo rival, que foi com tudo em busca de uma finalização antes que Fremd conseguisse se levantar. Contra a grade, Hernandez manteve o mesmo ritmo, acertando alguns golpes que levaram a outra queda a menos de um minuto do final.

Mantendo a mesma disposição, Hernandez ditou o ritmo contra Fremd novamente no começo do 2º round, mas Fremd partiu para um estrangulamento e quase teve sucesso antes de “Fluffy” escapar. Quando os dois se levantaram, Fremd passou a ter o controle, e ele levou seu rival de volta ao chão brevemente. De volta em pé, Fremd acertou uma direita dura, mas acabou caindo em um estrangulamento.

Hernandez abriu o 3º round com mais uma queda e outra tentativa de finalização. Fremd se manteve bem, mas Hernandez continuava a pressionar e buscar finalizações. Ele não conseguiu, mas saiu com a vitória na decisão dos juízes.

Raquel Pennington vence Aspen Ladd por decisão unânime

Raquel Pennington golpeia Aspen Ladd no UFC 273

Raquel Pennington golpeia Aspen Ladd no UFC 273. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)


Entrando no Octógono com menos de duas semanas para substituir Irene Aldana, a peso-galo Raquel Pennington aumentou sua sequência de vitórias para quatro com um triunfo por decisão unânime sobre Aspen Ladd.

Os juízes marcaram 29-28 para a 7ª colocada no ranking, que agora tem 14-9 em seu cartel. Ladd está com 9-3 após o duelo.

Mostrando um foco incrível, a trocação de Pennington foi o diferencial no 1º round. Apesar de alguns chutes de Ladd terem entrado no fim do round, os primeiros cinco minutos foram de "Rocky".

O panorama não mudou no 2º round, com Ladd sendo agressiva e acertando bons golpes, mas com Pennington sendo ainda melhor nesse quesito, mostrando que estava determinada a vencer.

Com dois minutos de luta no 3º round, Ladd conseguiu uma linda queda, mas Pennington voltou a ficar em pé. A 4ª colocada no ranking então travou a rival, mas não conseguiu o nocaute ou finalização para sair com a vitória.

Mike Mallott nocauteia Mickey Gall no 1º round

Mike Mallott nocauteia Mickey Gall no UFC 273

Mike Mallott nocauteia Mickey Gall no UFC 273. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)


O canadense Mike Malott deixou a melhor impressão possível em sua estreia no UFC ao superar Mickey Gall no primeiro round, em um duelo válido pelo peso meio-médio.

A trocação de Mallott estava afiada desde o início, visto que ele estava levando a melhor contra Gall, mas passados dois minutos de luta o norte-americano conectou uma sólida combinação de golpes. Mallott então foi para a troca franca de golpes e Gall conseguiu derrubar o canadense. Os lutadores ficaram em pé e ambos já mostravam o rosto bem machucado. Logo em seguida, um forte golpe de esquerda mandou Gall à lona com o rosto no chão, e Mallott terminou o trabalho com um forte ground and pound até o juiz Larry Folsom interromper a luta aos 3m41s do 1º round.

Mallot agora está com 8-1-1 no Cartel, enquanto Gall foi para 7-5.

Aleksei Oleinik vence Jared Vanderaa por finalização no 1º round

Aleksei Oleinik finaliza Jared Vanderaa no UFC 273

Aleksei Oleinik finaliza Jared Vanderaa no UFC 273. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)


Ele pode ser considerado o rei do grappling entre os pesos-pesados. Aleksei Oleinik mostrou que ainda tem muita lenha para queimar aos 44 anos ao finalizar Jared Vanderaa no 1º round.

Oleinik fez o seu melhor para levar Vanderaa ao solo após dois minutos de luta. O norte-americano inicialmente resistiu, mas depois resolveu levar o duelo para o chão. A estratégia funcionou inicialmente, mas então Oleinik passou a implementar seu jogo letal no solo, encaixando um estrangulamento que forçou Vanderaa a bater em desistência aos 3m39s do round inicial.

Oleinik vai para 60-16-1 com a vitória. Vandera foi para 12-8.

Piera Rodriguez vence Kay Hansen por decisão unânime

Piera Rodriguez golpeia Kay Hansen no UFC 273

Piera Rodriguez golpeia Kay Hansen no UFC 273. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)


Um bom duelo no peso-palha terminou com a invicta e estreante Piera Rodriguez mantendo seu cartel de forma perfeita após vencer Kay Hansen por decisão unânime.

Os juízes pontuaram 29-28 para Rodriguez, que agora está com 8-0 no cartel. Hansen, que não bateu o peso, caiu para 7-6.

O grappling de Hansen fez com que Rodriguez não implementasse seu jogo ofensivo no 1º roound e em boa parte do 2º, até que a venezuelana virou o jogo e colocou Hansen no chão e pegou suas costas com menos de dois minutos para o fim do round. O sucesso na investida deixou Rodriguez empolgada e ela conseguiu derrubar Hansen novamente no início do 3º round e continuar a controlar as ações no clinch, até conseguir mais uma queda para assegurar sua vitória.

Julio Arce vence Daniel Santos por decisão unânime

Julio Arce golpeia Daniel Willycat no UFC 273

Julio Arce golpeia Daniel Willycat no UFC 273. (Foto por Jeff Bottari/Zuffa LLC)


Em uma luta no peso-galo que abriu o card do UFC 273, o veterano Julio Arce superou o estreante Daniel Santos por decisão unânime após três rounds.

Os juízes pontuaram 30-27, 30-27 e 29-28 para Arce, agora 18-5. Willycat foi para 10-2.

Como era previsto, o brasileiro foi agressivo com seus ataques, deixando boa impressão nos primeiros minutos - apesar de não ter sido preciso nos golpes. Arce, no entanto, fez boa leitura da luta e passou a acertar o brasileiro com golpes cada vez mais fortes.

Arce manteve o ritmo e a liderança das ações no 2º round, mostrando confiança e boas esquivas e acertando bons contragolpes. O cenário se manteve no terceiro round, com Sntos tentando pressionar, mas sem ter sucesso em suas investidas.

UFC 273: Volkanovski x Zumbi Coreano

Resultados Oficiais

Card Principal

Cinturão peso-pena: Alexander Volkanovski venceu Zumbi Coreano por nocaute técnico aos 45s do 4º round.

Cinturão peso-galo: Aljamain Sterling venceu Petr Yan por decisão dividida (48-47, 47-48, 48-47).

Peso meio-médio: Khamzat Chimaev venceu Gilbert Durinho por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Peso-palha: Mackenzie Dern venceu Tecia Torres por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28).

Peso-leve: Mark O. Madsen venceu Vinc Pichel por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28).

Card Preliminar

Peso meio-médio: Ian Garry venceu Darrian Weeks por decisão unânime (29-28, 30-27, 30-27).

Peso-médio: Anthony Hernandez venceu Josh Fremd por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28).

Peso-galo: Raquel Pennington venceu Aspen Ladd por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Peso meio-médio: Mike Malott venceu Mickey Gall por nocaute técnico aos 3m41s do 1º round.

Peso-pesado: Aleksei Oleinik venceu Jared Vanderaa por finalização (estrangulamento) aos 3m39s do 1º round.

Peso-palha: Piera Rodriguez venceu Kay Hansen por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28).

Peso-galo: Julio Arce venceu Daniel Santos por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28).