Pular para o conteúdo principal
Atletas

Você precisa conhecer: Raoni Barcelos

Peso-galo brasileiro está invicto no Octógono e enfrenta Khalid Taha neste sábado (7) no UFC Vegas 13

Invicto após quatro lutas no Octógono e em rápida ascensão no peso-galo, Raoni Barcelos entra em ação neste sábado (7), em duelo com o libanês-alemão Khalid Taha no UFC Vegas 13. O carioca de 33 anos é um atleta que você precisa conhecer.

Filho do faixa-coral 7º Dan de jiu-jítsu Laerte Barcelos, Raoni deu seus primeiros passos no esporte já aos três anos de idade, treinando judô e jiu-jítsu, modalidade na qual chegou a ser campeão mundial nas faixas azul e roxa. Mais tarde, ele adicionaria ainda o wrestling ao seu arsenal, chegando a integrar a seleção brasileira.

Confira as fichas técnicas de todos os brasileiros do UFC Vegas 13

Raoni Barcelos comemorando, com o pai e mestre Laerte, seu primeiro título  brasileiro no jiu-jítsu aos oito anos de idade (1994)

* Foto: Marcelo Alonso.

Após compilar um cartel de 11 vitórias e apenas uma derrota entre 2012 e 2016, conquistando e defendendo o cinturão peso-pena do RFA, o brasileiro chegou cercado de expectativa para sua estreia no Octógono em julho de 2018, e mostrou de cara a que veio com vitória por nocaute sobre Kurt Holobaugh e bônus de Luta da Noite.

Em seu compromisso seguinte, Raoni desceu aos 61 Kg e mais uma vez impressionou, vencendo Chris Gutierrez por finalização e anunciando em entrevista ao UFC Brasil após o duelo: “Agora estou na minha categoria certa”.

Na sequência, o atleta de Marechal Hermes teve a oportunidade voltar a competir em casa, no Rio de Janeiro, após seis anos, e proporcionou mais um show para a torcida, despachando o peruano Carlos Huachín por nocaute técnico no UFC 237.

Raoni Barcelos

Sua quarta e última apresentação no Ultimate até agora foi em dezembro de 2019, quando o brasileiro venceu de forma incontestável um complicado duelo com o russo Said Nurmagomedov, se colocando em posição de brigar por uma vaga no Top 15 da divisão.

Em março deste ano, ele estava escalado para encarar Cody Stamann naquela que poderia ser sua porta de entrada para os rankings, mas teve o duelo cancelado devido à pandemia de COVID-19.

Ao invés disso, ele aceitou substituir Jack Shore neste final de semana e vai encarar Khalid Taha para finalmente estrear em 2020, em busca do quinto triunfo consecutivo no Octógono.

O UFC Vegas 13 terá transmissão ao vivo e exclusiva do Combate a partir de 21h (horário de Brasília).

Assine o Combate | Siga o UFC Brasil no Youtube